Clique aqui para fechar esta janela                                                                             Voltar a página anterior

    ESTUDO DA FÍSICA  
 
O SEU SITE DE ESTUDO NA NET
INSTRUMENTOS ÓPTICOS

 

INTRODUÇÃO

Os instrumentos ópticos são instrumentos bem comuns, em nosso cotidiano, a lupa, a luneta, o microscópio são exemplos bem conhecimentos. A classificação dos instrumentos ópticos é feita com base no tipo de imagem final que produzem.

 

CLASSIFICAÇÃO DOS INSTRUMENTOS ÓPTICOS

Instrumentos de Observação

Os chamados instrumentos de observação produzem uma imagem final virtual, observada diretamente pelo operador do instrumento. Exemplos: Lupa, Luneta astronômica e o microscópio composto.

 

LUPA

Para observar com mais detalhes pequenos objetos ou áreas de uma superfície, utilizamos a lupa. É um instrumento de ampliação composto de uma lente convergente que nos fornece uma imagem virtual, direita e maior que o objeto real. A lupa também é chamada de microscópio simples.

 

LUNETA ASTRONÔMICA

Utilizamos a luneta astronômica para observar os astros. A olho nu, obviamente não conseguimos vê-los em maiores detalhes porque desse modo o nosso ângulo visual é muito pequeno. E a função da luneta é justamente a de produzir um aumento visual na observação dos astros.

A luneta contém duas lentes convergentes: a objetiva, de grande distância focal, que proporciona uma imagem real e invertida do astro observado; e a ocular, que nos fornece uma imagem final virtual e invertida do objeto.

Definimos o aumento visual obtido com a luneta pela relação entre a distância focal da objetiva e a distância focal da ocular:

Inst01.gif (1676 bytes)

 

MICROSCÓPIO COMPOSTO

Um microscópio composto serve para a observação de regiões minúsculas cujos detalhes não podem ser distinguidos a olho nu. Ele é composto basicamente de duas lentes convergentes, ambas de pequena distância focal: a objetiva, que fornece uma imagem real, invertida e ampliada do objeto focalizado, e a ocular, que fornece uma imagem final virtual, direita e ampliada em relação à imagem do objetiva, mas inversa em relação ao objeto.

 

 

b) Instrumentos de Projeção

Os instrumentos de projeção produzem uma imagem final real, que pode ser projetada em um anteparo qualquer. Exemplos: câmara fotográfica, episcópio e o projetor de slides.

 

CÂMARA FOTOGRÁFICA

A câmara fotográfica é constituída por uma lente convergente que deve projetar, de um objeto real, uma imagem real exatamente sobre o filme.

Como os objetos fotografados estão normalmente a uma distância bem maior do que a distância focal da objetiva da câmara, a imagem se forma, praticamente, no plano focal imagem da lente. Quando a imagem se forma antes ou depois do filme, obtém-se uma foto sem nitidez (fora de foco). O ajuste do foco é feito com o deslocamento da posição da lente.

 

PROJETOR  DE  SLIDES

O projetor de slides tem funcionamento inverso ao da máquina fotográfica. A lente convergente conjuga, para um pequeno slide bem iluminado, uma imagem real, ampliada e projetada sobre um anteparo.